Pela vida das Mulheres e pelo cerrado um grito de Marineide.

A frase, da militante e Dirigente estadual do MTC de Minais Gerais, Marineide Santos, ganhadora do prêmio Espanha Reconhece, traz um recorte da realidade do Cerrado brasileiro, que vem sendo explorado e dizimado. O discurso foi realizado na solenidade do Prêmio, que aconteceu na embaixada da Espanha, em Brasília, e reforçou ainda a necessidade de proteger a vida das mulheres do campo, das águas e da floresta.

|solenidade na embaixada da Espanha

A história de vida Marineide merece um destaque a parte. Ela, que também preside a associação comunitária, já tinha experiência em outra associação, quando residia em São Paulo. “Fui catadora de recicláveis e até coordenei uma associação de catadores, mas tive que largar tudo para cuidar do meu pai, que tinha adoecido. Voltei para a minha cidade natal, mas, com três filhos e mãe solteira, não tinha como sobreviver apenas com os auxílios governamentais. O município, pequeno demais, era difícil trabalho. Coloquei em prática o conhecimento que eu já tinha e, junto com outras mulheres, vimos que é possível ter sustentabilidade através dos frutos do nosso próprio cerrado que acabavam se perdendo. Hoje conseguimos escoar a produção para lanchonetes, restaurantes e até mesmo para a Prefeitura de Miravânia”, explica.

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.


*